Hormônios e outras coisinhas

Tem coisas nessa vida que fica muito difícil de você entender e explicar completamente se você não vivenciá-la e um delas, com certeza, é a gravidez.

Para mim, não adiantou os milhões de relatos que minhas amigas me fizeram sobre o que era a gravidez. Até por que, ninguém conta em detalhe tudo e também cada corpo é um corpo, cada pessoa reage e vive essa experiência em uma fase diferente da vida, o que faz com que essa experiência seja muito única e particular.

Nas últimas semanas o que tem mais me abalado é a questão dos hormônios. Eu achava que era tipo uma TPM e tal, mas doce ilusão. Para mim tem sido como mergulhar em todas as alegrias e tristezas que eu vivi em minha vida, só que isso tudo em um só dia. Ontem mesmo acordei super feliz e animada, fui pra aula de yoga e depois chorei horrores sem nenhum motivo certo ou por todos os motivos que eu poderia me lembrar. À tarde já estava toda feliz de novo, e de noite me bateu uma tristeza, uma solidão e assim vai. Tem dias que acordo me achando a grávida mas linda que já existiu, outros eu quero retirar todos os espelhos da casa (que percebi que são muitos) por achar horrível o que eles me mostram. É assim...

Fora isso, tem várias experiências novas que tenho lidado...

Tenho achado Felipe a pessoas mais engraçada do planeta terra. Ele fala qualquer coisa que na "vida real" eu nem esboçaria um sorriso, e agora eu rio de chorar! E sinto um amor por ele queimando o coração que nunca senti antes em momentos específicos do dia.

Sinto que as comidas estão muito mais gostosas do que normalmente seriam. Tipo um pão na chapa pra mim, tem parecido um prato feito pelo Claude Troisgros. Chego a fechar os olhos ao mastigar cada pedaço e só de escrever isso aqui, estou salivando. hahaha.

Não consigo dormir mais com menos de 3 travesseiros. Faço um ninho e fico lá dentro e mesmo assim acho bem difícil dormir mais de 6 horas por noite, então sempre rola uma soneca no fim da tarde. Mais uma vez gostaria de registrar aqui a minha gratidão pela invenção do home office pela humanidade.

Apesar de poucas horas de sono, tenho me sentido muito animada para trabalhar e para pesquisar as coisas do enxoval e do quartinho do Noah. Apesar de ainda faltar muita coisa, acho que nos encontramos em um ritmo bom de coisas feitas X coisas por fazer.

As roupas estão ficando cada vez mais estranhas em meu corpo, mas não tenho a mínima vontade de comprar nada novo pra mim. Fico sempre fazendo o cálculo do que falta pro Noah antes de comprar qualquer coisa. Então vou repetindo as roupas que ainda me cabem e faço isso feliz. Vamos ver até quando vou conseguir.

Por falar nisso, tem dias que sinto que a minha barriga não cresce nada, e no outro que ela dobrou de tamanho. Tem vezes também que estou andando na rua e sinto como se minha pele estivesse sendo esticada nessa área abdominal. É bizarro.

A yoga e a terapia têm sido essenciais para minha sobrevivência nesse período e é claro, toda rede de apoio e de mães incríveis e solidárias que tenho em forma de família, marido e amigas. Um salve aqui para internet e todos os meios de comunicação que ela nos proporciona. Salve!

Noah se mexe muito, muito, muito! Principalmente à noite quando estou encaixando em meu ninho para dormir (espero que esse esquema mude fora da barriga #oremos), e quando eu como um chocolatinho ou coloco uma musiquinha pra ele ouvir. hehe. Eu acho ainda bem estranho ele se mexendo dentro de mim, mas eu adoro poder senti-lo e termos essa conexão. É muito maneiro.

Sinto que o tempo está passando bem rápido, e acho que esse mês de dezembro vai ser o mais rápido de todos, devido aos grandes eventos. No final desse mês já me encontrarei no terceiro e último trimestre e aí faltará pouco pro grande encontro. Fico com esse impasse de desejar que o tempo passe mais devagar e ao mesmo tempo desejando que ele passe rápido para que eu possa conhecer ele logo. Mas se tem uma coisa que a vida de grávida nos proporciona é um série infinita de contradições. Não é mesmo?

Resumindo bem, é isso. Por enquanto, estou gostando muito de viver essa experiência e ainda mais que Deus foi muito mais que gracioso comigo, e tem adiado esse verão só pro verão mesmo pelo visto, então tenho sofrido nada quanto à isso. Não tenho sentido dores, enjoos nem nada de mais grave. 

Nas próximas semanas teremos exames, ultras e consultas e volto aqui com mais novidades.

 

Da nossa última ida à Niterói no nosso ponto de parada favorito. <3 Graal Market na Carvalho Pinto

Da nossa última ida à Niterói no nosso ponto de parada favorito. <3 Graal Market na Carvalho Pinto