Quando eu não posso falar, eu escrevo.
Pois preciso, de alguma maneira colocar pra fora de mim tudo aqui que prende meu peito de fazer seu movimento natural de respirar e inspirar.
Que sentimento é esse que ultimamente me assola e me consola?
Que dias são esses em que tenho esperança e que me faz cansar?
Fico aqui dentro de mim num misto de lamento e festa,talvez seja só um momento de transição.
Talvez.
Talvez essas palavras não façam nenhum sentido pra quem as ler.
Mas pra mim elas não precisam de muito sentido no momento, era só um desabafo sincero, de quem precisa se entender melhor.