agradecimento.


é que às vezes dói
e muitas das vezes a dor nem é mesmo minha
tomo as dores dos outros
às vezes do mundo inteiro
e as aconchego aqui, no meu lado de dentro
onde ninguém as encontra
e onde eu não consigo arrancá-las
elas vêm junto com meu pensamentos
passeiam em minha mente feito as mocinhas na calçada
com ar de que nada querem mas de quem tudo faz 

alivio essas dores cantando, dormindo, lendo
mas principalmente escrevendo
pois quando escrevo, já não são mais minhas as dores
compartilho-as com você
e já não me doem tanto...
já não me doem muito...
já nem me doem....

obrigada.