conjulgando o futuro.


Olharei pros olhos dele e verei meu futuro,
verei que será ali que abrigarei meus sonhos e meus amores
Descansarei em seus ombros todos os meus temores
e farei canções de amor com os nossos bom-dias
Pensarei em mim na primeira pessoa do plural,
e tudo será mais completo, e não saberei mais o que é falta
Farei dele o foco quando as paisagens forem lindas
cantarei sobre nossos dias, como quem fala de um novo amor
Pegarei em suas mãos sempre como se fosse a primeira vez
e pousarei em sua janela uma segunda
Falarei pra ele sobre o amor e sobre o caminho
e ele os encontrará
e nós três caminharemos juntos
eternamente.