processo criativo.



persisto nessa mania de querer que tudo vire poesia
mas o que posso fazer se meu coração carrega rimas de amor?
e o que farei com meus pensamentos cheios de esperança de dias melhores?
preciso colocar tudo em um papel, como se ele absorvesse toda a beleza do mundo
e como se as minhas palavras fossem belas canções que o transformaria em partituras a serem tocadas por quem as encontrassem espalhadas nos jardins.

eu as ouviria calmamente, escutando cada nota e voltaria para o papel e escreveria outra poesia.