1 mês

Sexta fez exatamente um mês que fui levar Felipe no aeroporto para finalmente dar início a nossa vida internacional. Deixei esse tempo passar para acumular novidades e para me adaptar melhor a minha vida de casamento a distância, que como eu já previa não sido tão boa.


Depois de ficar o primeiro dia no hotel, Felipe se mudou para uma casa da empresa, que fica em um condomínio bonitinho de casas. Ele está compartilhando a casa com outro brasileiro que trabalha em uma das empresas do grupo também.

Ele ainda não pode dirigir, pois eles não aceitam nossa carteira de motorista e parece que nem a que tiramos internacional, então todos os dias ele tem que esperar ser levado e trazido para todos os lugares pelo motorista da empresa, o que causa um certo atraso em tudo na vida. Mas nessa semana ele já deu entrada nos documentos para tirar a carteira árabe.

Ele também ainda não saiu da Arábia Saudita, pois ainda não tinha o visto de múltiplas entradas, que conseguiu hoje! Esse fim de semana ele foi  ao Bahrain (onde vamos morar) para conhecer tudo. Conto mais sobre lá no próximo post.

Fora a saudade, tudo está indo bem. Apesar de vermos muita diferença em como eles lidam com as coisas por lá, tudo muito complicado e burocrático, acho que Felipe tem se adaptado bem e tem conseguido progredir com o trabalho.



Algumas curiosidades (que eu lembro) desse mês:
- Quando o avião chega na Arábia Saudita as mulheres saem primeiro do avião, eles recolhem os passaportes delas e as levam para uma salinha, onde parece (Felipe não teve como saber né?) eles dão instruções de como devem se vestir e se portar no país.
- Lá não se pode beber nenhum tipo de bebida alcóolica, tadinho do meu marido cervejeiro! Detox obrigatória!
- Pessoas solteiras tem que se sentar separadas das pessoas que estão em família, inclusive tem banheiros exclusivos para eles.
- Várias vezes por dia eles param para orar. Então, Felipe falou que quando ele estava no shopping passeando e de repente tudo fecha para eles orarem e aí eles tem que esperar para as lojas reabrirem.
- Eles lavam os pés nas pias antes de orar.
- Eles não usam cartão de crédito nem de débito pra nada. Devido a isso, as pessoas andam com patacas de dinheiro pelas ruas e as lojas online funcionam tipo delivery. Você compra e só paga quando sua mercadoria chega na sua casa.

Acho que é isso de curiosidades por enquanto...

Quanto a mim, creio que na semana que vem eu já consiga enviar meu passaporte para embaixada para pegar o meu visto, mas como tem o carnaval no meio, creio que ele só chegará para o fim de fevereiro. Em março farei uma cirurgia simples, e terei que ficar mais uns dias por aqui, mas acho que lá pelo meio de março já estará tudo pronto pra minha ida. Ainda não sei muito bem se vou sobreviver a saudade, mas como Felipe me fala quase todos os dia: Tenho que ser forte! :)


Novidades de Ano Novo



Finalmente, venho com uma novidade! Felipe está com a passagem comprada. Dia 06/01, meu marido lindo já vai explorar nosso novo mundo. Eu ainda ficarei por aqui um tempo esperando meu processo de visto ser processado, e esperando Felipe arrumar nossa vida por lá.

Ficamos muito contentes e aliviados com essa notícia. Parece que só agora as coisas estão caminhando, mas na verdade sabemos que elas já estavam desde o começo, só que em um ritmo, uma cadência que não é a nossa.

Eu não costumo contar muitos os anos. Eles não me marcam muito de um jeito em particular. Mas esse ano foi muito transformador. Foi tão rico pra mim. Aprendi tanto sobre minha personalidade, sobre meu Deus, sobre o tempo, sobre a paciência e a espera. Acho que foi um dos melhores anos da minha vida. A mudou pra sempre e ainda está mudando.

Meu desejo que 2015 seja um ano de tranquilidade e ao mesmo tempo de mais surpresas e desafios. E que a nossa nova vida finalmente comece!




Atualizando mais ou menos.



Na verdade, não tenho muita novidade desde o meu último post sobre a nossa situação de vida. Ainda estamos aqui esperando o visto basicamente.

Claro que muita coisa foi adiantada, era para ter saído esse visto há um tempo atrás, mas esse ano, nossa vida está assim: quando tudo parece que está certo, que vai acontecer e se desenrolar, alguma coisa acontece e impede que se desenrole. Parece até brincadeira. Sabe aquela vontade de rir para não chorar que as vezes bate? Temos tido com frequência.

Estamos só mais atentos agora com o que Deus quer nos mostrar e nos ensinar nesse tempo aqui. E estamos mais compreensíveis e pacientes. Conversamos constantemente sobre isso. Que nada acontece por acaso e que quando olharmos para trás, essa eternidade de espera que estamos vivendo, será apenas um segundo. E assim vamos vivendo e esperando dia após dia. Renovando nossa fé e nossa esperança de que o melhor está por vir.

Indo - primeira etapa

E finalmente depois de tanta espera e ansiedade começamos nosso processo de mudança para nossa nova vida. Como disse antes, temos que passar umas semanas em Houston para Felipe conhecer os novos clientes que também estarão na Arábia Saudita e também porque não temos mais casa no Brasil, e aqui temos o apartamento da empresa, que é bem bacana, que podemos ficar enquanto não vamos definitivamente para o Bahrain.

Estamos aqui já há duas semanas e tem sido muito legal. Nessa sexta volto pro Brasil para ser madrinha de dois amigos muito queridos, e também fazer fotografar alguns casais e famílias. No dia 29 eu volto pra cá até Felipe ir pro Bahrain e depois não sei mais. hehe! To jogada na vida, no mundo e to AMANDO!

Na última noite que estivemos no Brasil, jantamos juntos com nossos amigos e familiares e foi uma delícia (tenho poucas fotos) e no dia seguinte alguns outros amigos nos levaram no aeroporto também! Muito amor por todos vocês, lindos da nossa vida!



Sogro dando dicas de como fazer a pessoa que está no seu lado do avião trocar de lugar com você. hahaha!





Altas ideias! Mas graças a Deus e a um americano super fofo sentado do lado do Felipe, deu tudo certo e fomos juntinhos. <3 p="">








Já já mais sobre nossa chegada aqui. :)

tamo indo...aos poucos.



Enfim conseguimos comprar nossas passagens! Como eu disse aqui, ficaremos um mês mais ou menos em Houston para Felipe passar por uma espécie de treinamento. Depois disso, Felipe vai para a Arábia Saudita já resolver as coisas da empresa e da nossa casa. Achamos melhor ele ir na frente nesse primeiro momento, por vários motivos. Então, em breve voltarei dos EUA para terras brasileiras e ficarei esperando Felipe arrumar a nossa vida por lá. Haja Skype!

Vamos pra Houston na próxima quarta-feira (dia 2) e estou achando muito engraçado que ao contar isso para as pessoas, elas me falem: "mas já? Sendo que a primeira data combinada era dia 26 de abril! To mais para um: "até que enfim, hein?" Hahaha. Tudo é o ponto de vista, né?  Mas eu fico muuuuito feliz em saber que as pessoas nos amam e vão sentir nossa falta, mas como eu vou voltar em breve, acho ainda não peguei a vibe de despedida, ou deve ser porquê já estou me despedindo desde março. Hahaha.

Essa semana estamos morando na casa dos meus pais. Já fomos levar nossas gatas queridas para seu novo lar, tiramos tudo o que sobrou no apto e estamos na fase reforma e pintura para entrega! E ao mesmo tempo, tentando aproveitar ao máximo o tempo com os nossos queridos! Ufa! Correria total mas com o coração muito contente e grato por toda essa experiência de vida! Estou aprendendo tanto, tanto, tanto!

Obrigada a todos os amigos e familiares que nos acompanham de perto, torcem e sentem nossa falta. Amamos vocês.

Esta tudo bem

Foto: Lucas Magno

Estamos por aqui ainda e esta tudo bem. Aprendo diariamente com esse tempo de espera. Esse momento em que você não tem mais controle de nada, que só o que você pode fazer é esperar. E na verdade, eu descobri que esse é o momento que você tem que ter mais controle. O de si mesma.

Quando Felipe me disse que teria que voltar a embarcar, e dessa vez sem previsão de data para voltar, eu já comecei um exercício interno de relaxamento. Comecei a falar para mim mesma que tudo tem um propósito e ver o lado bom nesse tempo de espera. E posso dizer, com sinceridade de coração, que tenho curtido. É tudo de dentro pra fora mesmo.

É claro, que não tem sido super tranquilo viver sem meu marido, sem data pra ir nem pra voltar, sem poder planejar muita coisa, sem armário ou estante, sem quadrinhos fofos pelas paredes, mas tenho focado nas coisas boas. No tempo bom com os amigos, aproveitar mais minhas gatinhas enquanto elas são nossas ainda, visitar amigas distantes, receber meu irmão como hóspede, manhãs no Espaço Casa Aberta, frequentar minha igreja, comer feijão da mamãe. Pronto! Já nem olho mais para as roupas espalhadas pelo quarto! Hahaha.

Devo esse controle, e a essa paz que agora habita no meu coração à Deus. Ele que todas as manhãs me invade de uma paz sem tamanha, de um amor sem igual e de uma graça incompreensível.

leve



Quando soubemos que íamos mudar de país, uma das primeiras coisas que me veio a cabeça foi: "Tenho que fazer um bazar e vender tudo!"

E assim que Felipe me deu o OK, fui toda feliz anunciar para o mundo (para o meu facebook), que em breve faria uma bazar para vender todas as nossas coisas. (No final das contas, eu descobri que nem precisaria fazer uma bazar pra galera toda, já que minha família e amigos próximos compraram 90% de tudo o que temos (tínhamos)).

Nesse tempo de bazar, muitas pessoas me perguntaram meio que espantadas: mas você vai vender tudo? E eu ficava pensando, que não, não iria vender tudo, muitas coisas eu daria, doaria e dei, doei. Mas sim, iria me desfazer do máximo de coisas possíveis. Fiz isso meio que sem pensar, pra mim era bem lógico. Mas depois de algumas sugestões eu comecei a me dar conta que o meu instinto estava certo.

Me sugeriram:
Guardar em um depósito - Gente, tenho horror de imaginar minhas coisas não sendo usadas lá, paradinhas acumulando poeira. E até quando? Vou voltar? Não sei! Bora por pra jogo!

Mandar tudo num container - Oi? Como eu vou saber se minha máquina de lavar Brastemp vai funcionar lá no Bahrain? E se for funcionar, quanto tempo vai levar pra chegar? Quanto é um container? A empresa vai pagar? Aff... no, thanks!

Vender - Sim! Tudo nessa vida tem seus prós e contras, mas para mim essa era a solução que mais cabia no meu estilo de vida e no meu orçamento. A maioria das coisas que tínhamos, ganhamos de casamento, então tava tudo novinho! E eu queria muito que quem comprasse, fossem pessoas legais, conhecidas que curtem essa vibe de re-aproveitamento, amor e cuidado. E assim foi! Vendemos tudo pra pessoas queridas e a energia boa que tava aqui já tá chegando em outras casas. Olha que delícia! E não precisamos fazer nada. As pessoas vinham, pagavam e pegavam! 

Enfim! Isso foi e tem sido uma lição muito legal pra mim e pro Felipe. Nós moramos em um apartamento que eu considero grandinho para duas pessoas. Acumulamos muito mais coisas do que realmente precisamos. Comecei a me desfazer de tudo e pronto! Não sinto falta de mais nada. Dei tanta roupa que descobri que a cômoda que tinha lá no quarto era bem desnecessária. Quanto mais espaço, mais móveis, quanto mais móveis, mais coisas para colocarmos neles. E coisas essas que não precisamos em sua grande maioria.

Colocamos uma meta de levarmos três malas apenas: uma com as minhas roupas e sapatos, uma com roupas e sapatos do Felipe, e uma com coisas pequenas e de valor afetivo que queremos ter com a gente por onde formos e pronto!

Isso pode ser uma loucura pra muita gente, mas para mim tem dado uma sensação de liberdade enorme. Posso ir leve pra onde quer que eu vá. Como eu fico feliz com a ideia de ter pouca coisa! Como é melhor caminhar sem ter que carregar peso, sem deixar nada pra trás! O que vem é tão melhor! E vou de braços abertos, e para isso preciso de menos bagagem possível.

Musiquinha para ser leve:





"no worries"



Em tempos de mudança só fica em nosso coração ansiedade. Pelo menos assim é comigo. É tanto "Não sei"para as minhas perguntas que fico com gastrite e insônia (é sério).

Quando você vai? Não sei. Como será sua casa? Não sei. Você vai ter trabalho la? Não sei. Como você vai viver sem sua família e seus amigos? Não sei. Lá tem algum tipo de igreja pra você frequentar? Não sei.

Cada "não sei" é como se um alerta, uma bandeira vermelha no meu mundo de preocupações se ativasse e eu tivesse que resolver aquela pergunta o quanto antes. Eu sei, as pessoas precisam perguntar as coisas, não fico chateada com as pessoas nem com as perguntas, mas pra mim é muito ruim não saber respondê-las. Pelo menos, tem sido.

Outro dia estava compartilhando essas angústias com a Anamel (da série: abusando das amigas psicólogas), que tinha acabado de voltar da Austrália, e ela me disse que uma das coisas que mais chamaram atenção dela foi o modo de vida deles lá. Super tranquilos. Essa era a vibe que pairava. Ela esbarrava em alguém, pedia perdão e só ouvia: "no worries". No worries daqui, no worries de lá e ela já tava se preocupando menos mesmo.

Vou pegar esse aussie way of life pra mim e agora e será como um mantra. A pessoa vem me perguntar, eu falo "não sei" pra ela e logo um "no worries" pra mim e pronto. E assim vou levando até eu ter todas as respostas, ou seja, hakuna matata para mim!



Obs: Houveram algumas mudanças de data devido a um projeto que Felipe teve que estar presente. Não sabemos ainda quando ele estará liberado. Por isso esse texto-desabafo.





Vamos de novo?



Eu comecei esse blog há alguns anos atrás, quando fiz minha primeira viagem internacional que também acabou sendo minha primeira viagem missionária. Deixei ele aqui, guardadinho, na esperança que sempre tive em voltar aqui e descrever uma nova aventura pelo mundo.

Pois bem, chegou a hora de colocar tudo dentro da mala novamente! Tenho pra mim que dessa vez será muito melhor do que da outra. Primeiro por que dessa vez eu vou acompanhada, e não é qualquer companhia, é a melhor de todas, meu companheiro de vida! E segundo por que a próxima aventura é sempre a melhor. :)

Vamos para um canto do mundo que nunca pensei em conhecer, pelo menos não tão cedo. Vamos para um país do tamanho do Estado em que vivo. Vamos para um lugar em que não conhecemos ninguém.
E tudo isso me faz querer ir o quanto antes!

Bora?

There's no place like home.


Voltei.
E estou ainda me sentindo longe.
Estranho. Mas familiar. Entende?

Muita gente (praticamente todas as pessoas) me perguntam qual será meu próximo passo. Se vou ficar por aqui ou se vou voltar pra Africa.
Infelizmente, ou felizmente, ainda não sei.
Acredito no tempo de Deus, e que tanto o tempo como o seus planos são os melhores pra minha vida.
Busco NEle o tempo certo e o caminho para os próximos passos.
Orem vocês também por mim.

Por enquanto, fico por aqui, concordando com a Dorothy: "There's no place like home."

1 mês!


Olá meus queridos!


Semana passada foi uma semana importante pra mim.

Recebi a aprovação da minha inscrição na ETED e além disso foi minha última semana de trabalho na loja.

Agora vou dedicar todo o meu tempo para a viagem. Ver ainda o quanto eu irei precisar de dinheiro, comprar as últimas coisinhas e é claro, aproveitar ao máximo minha família e amigos e ter muitas despedidas!

Estou muito animada e com friozinho na barriga!


Falta muito pouco! Aiai...


Daqui ha pouco volto com mais news.


Boa semana!

Beijos.

novidades.


olá queridos!

Novo dia. Nova semana. Novo mês!
Como é bom viver cada recomeço com o Senhor. Sabendo que Ele é quem cuida e guarda as nossas vidas! Não é?

Bom, perdoem-me ficar sem postar as últimas novidades, mas o tempo tem corrido muito por aqui.
Desde a última postagem, muitas bençãos aconteceram...fatos que me deixam cada dia mais tranquila que essa viagem é da vontade do Senhor pra minha vida nesse momento.

Uma dessas grandes bençãos é que eu consegui comprar minha passagem! 
está tudo certinho e marcado, sairei no dia 16 de julho às 12h25.
Ainda não paguei todo o valor da passagem, mas estou tranquila que Deus está no comando de tudo. Orem para que eu consiga o resto do valor da passagem e o valor do custo do curso lá.

Faltam poucos dias, mas meu coração muito anseia que eles passem depressa.
Obrigada por compartilharem esse momento tão especial comigo. Vcs são essenciais.

Em breve postarei mais coisas sobre o lugar a equipe e tudo mais...

Bom dia! Boa semana! Bom mês pra todos vocês!





nova jornada.


Olá queridos amigos e seguidores!

Que bom que você veio mais uma vez!
Pois é...chegou a hora de eu começar mais uma jornada na minha vida e de vocês me seguirem mais uma vez!
E é claro que eu não decidi isso de uma hora pra outra, na verdade, eu creio que nem fui eu mesma quem decidiu...
Tetando resumir tudo...

Há algum tempo eu venho querendo me capacitar melhor para a obra missionária. Procurei alguns seminários, mas conversando com algumas pessoas importantes pra mim (missionários, pastores e amigos), e pesquisando melhor sobre isso, cheguei até a ETED. A ETED é a Escola de Treinamento e Discipulado da agência missionária JOCUM (Jovens Com Uma Missão), que tem como objetivos treinar jovens com chamado missionário para terem uma vida íntima e intensa com o Senhor.

Há bases da JOCUM em todo mundo, o que dificultou muuuuito na minha escolha. Mas orando muito pela orientação do Senhor mesmo e sentindo no meu coração que no momento o meu foco está na África, escolhi por fazer lá.

Escolhi a base de Swazelândia. Eu sei, vc nunca ouviu falar desse país. Eu tbm não até então...hehe. Mas ele é um país micro, ainda uma monarquia, que fica praticamente dentro da Africa do Sul e faz fronteira com Moçambique.

Foram muitos caminhos até chegar à essa base, que eu posso contar pra você detalhadamente (pessoalmente, email, telefone), mas em todo o momento eu tenho estado atenta às direções e aos caminhos que o Senhor tem me mostrado, e posso dizer, que Ele tem sido maravilhosamente fiel!

Minha ida está marcada para o dia 16 de Julho e a volta para o dia 21 de Dezembro.
Mas ainda faltam algumas coisas a serem resolvidas.

Já mandei o meu formulário de inscrição, que ainda precisa ser aprovado. E ainda preciso de grande parte do valor do treinamento, mas eu creio que o Senhor está na frente de tudo e que se for da vontade Dele, nada irá faltar.

Peço à vocês queridos amigos, que me ajudem principalmente orando por mim.

Serão 6 meses de grande crescimento espiritual e pessoal, mas também serão 6 meses longe da minha família, da minha igreja, dos meus amigos, do meu país, da minha língua. Por isso será um grande desafio pra mim e precisarei mais do que nunca da oração e do apoio de vocês desde já!

Obrigada por me seguirem!

Oro por vocês!

Com amor,

Mari

fui!


Queridos seguidores!

Chegou o dia!
Daqui há algumas horas, estaremos embarcando pra nossa jornada.
Nem preciso falar pra vocês o quão empolgada, ansiosa e feliz que eu estou né?
Deus tem sido muito fiel, maravilhoso e um paizão comigo. Como sempre.

Agradeço muito à todos vocês pelo carinho, pelos abraços, pelas palavras, pelos emails, depósitos e principalmente pelas orações. Podem ter certeza que tudo isso têm sido muito importante pra mim nesses últimos meses.

Sentirei saudade dos que estão perto e mais ainda dos que já estão longe.
Mas saibam que levarei cada um de vocês no meu coração, nos meus pensamentos e nas minhas orações.

E fiquem ligados aqui no blog, que assim que puder já postarei novidades e fotos pra vocês que me seguem!

Que Deus te abençoe muitão!

Beijos,
Mari

contagem regressiva!


faltam somente 7 dias!

e Deus tem provado cada vez mais da sua fidelidade pra comigo!
aleluia!

ontem, aproveitando o clima natalino, li o cântico de Maria.
como é lindo! e como é verdade!

"minha alma engrandece ao Senhor
meu espírito, se alegra em Deus, meu Salvador!"


em breve mais notícias, gente!

queria desejar a todos vocês um Feliz Natal.
que vocês possam dar parabéns ao aniversariante e terem muitos motivos no coração pra agradecê-lo pelos muitos presentes que você ganhou nesse ano!

Beijos.

atualizando.


Uma Baobá

Oi amigos!

Desculpem-me mais uma vez a ausência.
O tempo tem corrido muito rápido pra mim. Faltam exatamente 15 dias pra minha viagem.
Estou muito feliz com isso, mas ainda tem alguns detalhes pra resolver.
Semana passada Dona Liane (uma das resposáveis por missões lá da minha igreja) chegou do Senegal, pois ela foi fazer uma visita ao José Dilson em prol de um livro que ele quer publicar. Ela trouxe muitas novidades e solucionou algumas dúvidas nossas sobre o tempo, a cultura, as vestimentas, os locais, os trabalhos etc.
Ela voltou muito empolgada e isso me empolgou mais ainda! Ainda não tive a oportunidade de conversar com ela pessoalmente, mas creio que dessa semana não passa!
Aí...trago mais novidades pra vocês.
Mas peço que continuem orando por mim e pelos últimos acertos (principalmente financeiros) pra viagem dê certo!

Obrigada pelo carinho de sempre!

Uma ótima semana pra todos vocês!

Beijos,
Mari

veja o visto!



Olá pessoas!

Desculpem-me a demora da atualização, mas realmente esses dias têm sido muito corridos, mas to curtindo bastante. Tenho conhecido pessoas novas bem legais e reencontrado pessoas que eu já conhecia. Tenho também trabalhado muito, e estou muito grata a Deus por isso.

Hoje foi um dia especial, por isso queria registrar aqui. Eu, Déa e Rafinha fomos buscar o nosso visto pro Senegal! Graças à Deus deu tudo certo, conseguimos o visto tudo certinho. Tudo está se encaminhando...claro que ainda falta alguns detalhes envolvendo a questão financeira, mas sei que o Senhor está no controle de tudo e fico bem tranqüila.

Uma outro novidade é que ganhamos outra companheira de viagem. A Rose! Ela é esposa de um pastor muito legal que foi na minha igreja domingo (esqueci o nome dele agora hihihihi), mas estou muito contente com a companhia da Rose, aliás de todas as meninas! Espero que seja um tempo muito bom pra ir nos conhecendo melhor e aprendendo umas com as outras.

Hoje eu tbm tinha combinado com Nathy pra pegar umas roupinhas de inverno. To com um pouco de medo do frio que passarei. Segundo Camille (minha amiga que mora metade do ano e Paris hehe) lá já está nevando. Jesus! Uiui. Mas enfim, não consegui pegar as roupas com a Nathy, por ter saído super mega tarde do trabalho e estar morta, mas acho que no fim de semana a gente se encontra.

Bom, acho que é isso por hoje, meu povo!
Obrigada mais uma vez pelo carinho e pelas orações!

Beijos,
Mari

boas novas!


senegalesa linda e feliz!

Queridos amigos,

Hoje foi um dia especial pra mim. Preciso compartilhar com vcs a fidelidade e a bondade de Deus comigo.
Apesar de ter trabalhado muito hoje, e ter sido um dia beeem cansativo, Ele me deu um alívio. Minhas passagens foram compradas!!! Estou com elas em minhas mãos!
Mas a parte mais legal é que o meu Deus não é como qualquer outro. Ele fas muito mais do que pedimos ou pensamos, Ele me surpreende diariamente.
Vou contar pra vcs pq falo isso...
Nós, pesquisando muitos os preços das passagens e tal, vimos que se fôssemos no dia 30 dezembro tudo sairia beeeem mais barato. E descobrimos tbm que se ficássemos 2 noites em Paris ainda sim seria mais barato do que se fossêmos no início do mês!
Então resumindo as bençãos, galera: minha passagem pro Senegal foi comprada hj e vou passar o ano novo em Paris! Chato né? hehehehe!

Deus é bom em todo tempo!

Continuem orando por mim e pelos levantamentos dos recursos.
Obrigada pelo carinho que vocês têm me dado.

Sigo muito feliz!

Beijos!

algumas coisinhas...

Gente, como dá trabalho viajar! Hehehe!
Eu nunca fiz uma viagem internacional, então pra mim é tudo novidade. Claro, que eu sabia que a gente tinha que ter algumas coisas, mas pra mim era mais simples sabe? Tipo que nem novela que as pessoas vão e vem do Marrocos todos os dias na maior tranquilidade, sem ter que se preocupar com vistos, vacinas, passaportes, cartões de créditos internacionais. hehehe.
É mas a vida, ao contrário da Oi, não é tão simples assim.
No caso, se vc quiser ir ao Senegal vc precisa de um visto. Que para tirá-lo, é preciso ter:
O passaporte (dããã)
R$ 170,00
O certificado da ANVISA da vacina de febre amarela
As passagens compradas de ida e volta
Uma carta convite do lugar onde vc irá ficar
preencher um formulário giga em francês e levar três vias deste ao consulado do Senegal que no Rio, fica no centro.

Ufa! Pois é.
Ontem eu fui tomar minha vacina contra a febre amarela. Na verdade, eu já tinha tomado uma vez há muito tempo atrás que precisei ir ao Som do Céu (que se localiza em Minas Gerais, onde estava tendo um surto dessa doença na época), mas eu perdi o meu cartão de vacina e não lembrava o ano certo. Sei que essa vacina tem a validade de 10 anos, e acho que ainda não tinha vencido, fui explicar isso a enfermeira, mas ela num me entendeu muito bem não sabe? Brigou comigo e me mandou nunca mais perder esse cartão na vida, pq essa doença é muito séria e se vc ficar tomando ela toda hora vc pode ter mais probabilidade de adiquiri-la. Ouviu né!? Guardem seus cartões de vacinação!
Mas consegui tomar e consegui meu certificado de vacina.
Sinto-me assim, cada vez mais perto do objetivo final.

Hoje tive uma notícia que poderia ter me desanimado, algo relacionado aos custos das passagens e tal. Mas não me deixo desanimar. Creio que Deus tem cuidado de cada detalhe da minha vida assim como dessa viagem, por isso estou tranquila e em paz que dará tudo certo do jeitinho Dele.

Continuo contando com suas orações.
Com amor,

Mari.