chuvendo.


e não foi que hoje chuveu de novo?
e não foi daquelas chuvinhas não
foi daquelas em que você ouve de longe, que embalam seu sono.
os pingos faziam poças e as poças pequenos lagos de asfalto
eu nada parecia normal e ninguém parecia igual
a chuva me faz um bem que eu não entendo muito o porquê, e nem de onde ele vem
só sei que sinto um conforto grande no céu cinza que a acompanha
e uma paz deliciosa no som que sai da minha janela, no balanço das cortinas
talvez seja por que ela muda a rotina, lava o quintal, me faz dormir
ou talvez só por me trazer a lembrança que por mais que ela caia
o Sol não deixa de nascer a cada manhã
e quem sabe amanhã eu não verei um lindo arco-íris?